logotipo tvi24

Açores: sismo abalou três ilhas

Não há registo de feridos nem danos materiais

Por: tvi24 / SM    |   2009-03-30 20:38

Um sismo de pequena intensidade foi sentido nas ilhas do Faial, Pico e São Jorge, nos Açores, sem causar qualquer dano, anunciou o Centro de Vulcanologia e Avaliação de Riscos Geológicos dos Açores.

A directora do centro, Teresa Ferreira, adiantou à agência Lusa que o sismo foi registado pelas 18:24 (19:24 de Lisboa) e atingiu uma magnitude de IV/V na Escala de Mercalli.

O epicentro do evento sísmico localizou-se a dois quilómetros a Este da freguesia de Pedro Miguel, no Faial.

Alegando que ainda estão a ser recolhidos dados, Teresa Ferreira explicou que o evento foi sentido pela população das ilhas do Faial, Pico e São Jorge, mas não há danos a registar dado tratar-se de uma intensidade considerada baixa.

A Escala de Mercalli, utilizada para perceber a amplitude dos estragos provocados por um sismo, vai de I (nível imperceptível) a XII (danos quase totais).

Há dois dias atrás foi sentido no Faial outro sismo (com intensidade máxima II na Escala de Mercalli Modificada), com epicentro a cerca de dois quilómetros a Norte da Ribeirinha, que também não causou danos.

Segundo Teresa Ferreira, todos os dias ocorrem sismos nos Açores, por isso a ocorrência de dois sismos próximos e em zonas diferentes não é uma situação alarmante.

Partilhar
EM BAIXO: Sismo
Sismo

Violência doméstica: 24 mulheres assassinadas este ano
Maioria dos crimes foi cometida pelos maridos, companheiros ou namorados das vítimas
PJ apreende 28 mil doses de cocaína no aeroporto de Lisboa
Foram detidos um homem e uma mulher que transportavam a droga escondida no vestuário e nas malas de viagem
Meco: pais das vítimas notificados do arquivamento do inquérito
Despacho conclui que tragédia que tirou a vida a seis estudantes da Universidade Lusófona foi um acidente
EM MANCHETE
Governo envia carta ao PR sobre salários e pensões
Carta do Executivo explica «os termos» em que o Governo julga «que uma fiscalização preventiva pode ser útil para o país»
BES financiou clientes na condição de investirem no Grupo
Cortes e contribuição de sustentabilidade na «mala de férias»